Exercício no pós-parto

Várias são as questões que uma puérpera se coloca na tomada de decisão de retomar a sua atividade física regular ou simplesmente com o objetivo de recuperar a forma física prévia à gravidez.

É sobejamente conhecido que o exercício físico ajuda na recuperação física e recuperação do peso no pós-parto, mas não é solução por si só. O controlo da alimentação tem também grande importância.

Para além do controlo de peso, o exercício físico no pós-parto permite uma mais rápida remineralização óssea da puerpérea. Por que é que isto é importante? Com a amamentação, aproximadamente 200mg de cálcio é transferido, diariamente, para o leite materno resultando numa perda de massa óssea da região lombar, de cerca de 3 a 9%. Com o exercício físico, mais rapidamente se atingem os valores de mineralização óssea do pré-parto, prevenindo problemas futuros.

O início da atividade física deve ser ponderado consoante o tipo de parto e apenas deve ser iniciado após indicação médica de que é seguro. Em caso de parto normal é possível retomar a actividade física passados 15 dias, porém deve-se optar por uma caminhada, corrida, exercícios para a parede abdominal e perineal, alongamentos e Pilates. No caso de uma cesariana, devemos ter em conta o período de recuperação da parede abdominal que foi seccionada. Por isso, o exercício só deve ser iniciado 1 mês após o parto e sempre uma caminhada leve e exercícios que não forcem a parede abdominal como alongamentos. Conforme a recuperação da mulher, devem iniciar-se exercícios de tonificação da parede abdominal e perineal e os restantes exercícios já praticados antes do parto.

Em ambos os tipos de parto devem ser combinados dois tipos de exercícios, aeróbios (caminhada/corrida) e exercícios de tonificação da parede abdominal e perineal para obter os melhores resultados. Não deverão ser realizados ambos no mesmo dia, mas sim em dias alternados.

Os exercícios realizados dentro de água, apenas devem ser iniciados quando houver completo encerramento do colo uterino, para evitar infecções.

Apesar de o exercício moderado não afetar a composição e volume do leite materno, deve-se ter em conta que a realização de mais de uma hora de exercício aeróbio (caminhada, corrida) pode reduzir a sua produção.

Publicado a 11 de dezembro de 2013

American College of Sports Medicine current coment. “Exercise during pregnancy”

American College of Obstetricians and Gynecologists committee opinion. Number 26, Jan 2002. “Exercise during pregnancy and the Postpartum period.

Veja o que a nossa comunidade está a dizer sobre este tema e comente! Comentar